Negócios em expansão? 4 dicas para quem pretende investir mais no seu negócio

Posted on Posted in Postagens SAG

O Brasil vive um momento delicado em sua economia. Não significa que não se deve pensar nos negócios em expansão. Inúmeros especialistas apontam que este é o momento de investir para, quando acontecer a retomada do crescimento, aproveitar as oportunidades.

No agronegócio, segmento que foi responsável por 23% do PIB em 2015 e que deve ter um crescimento acima dos 1,5%, de acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), investir na expansão é a escolha da maioria dos empresários.

Agora, quais são os cuidados no momento de expandir os negócios? Quais são os principais indicadores que devem ser levados em conta? Sobre isso conversaremos neste artigo. Acompanhe!

Negócios em expansão: 4 dicas para fazer a empresa crescer

Vamos a uma série de dicas para que você invista na expansão do seu negócio com o mínimo de risco e o máximo de assertividade:

1. Faça um planejamento rigoroso

O planejamento de expansão de um negócio deve levar em conta uma profunda análise de viabilidade de projetos. Isso porque, ao fazer essa análise, ganha-se muito com a visualização dos riscos envolvidos no projeto de expansão.

Só depois de verificadas todas as possibilidades é que deve-se partir para o planejamento do projeto em si. E não se pode incorrer na tentação de agir com rapidez ou por impulso. É preciso muita cautela e estudo para que os investimentos e os planos de ações sejam assertivos.

2. Analise os cenários de expansão

Apesar do otimismo em torno do agronegócio, o mundo globalizado e as dificuldades econômicas do país requerem máxima cautela na hora de fazer investimentos. Assim, uma boa escolha na hora de planejar a expansão é fazer análises de cenários.

A exploração dos diversos caminhos que a empresa pode seguir para escolher o mais adequado, ou menos arriscado, é uma prática muito eficaz. E isso é feito tanto com uma atuação mais analítica por parte dos gestores quanto com o auxílio da tecnologia.

Ferramentas como softwares de gestão (com relatórios gerenciais) e Business Intelligence permitem cruzar dados e fazer simulações e projeções de futuro. O auxílio de consultorias especializadas também ajuda bastante.

3. Pesquise as tendências de mercado

Outro ponto que merece atenção quando se fala em negócios em expansão é a pesquisa das tendências do mercado. Por mais incertos que estão os movimentos mercadológicos, é possível sim perceber as inúmeras tendências de comportamento do consumidor, visualizar as iniciativas governamentais, acompanhar o mercado financeiro, entre outros pontos.

Além de buscar auxílio especializado, é interessante acompanhar publicações do segmento, buscar opiniões de articulistas e especialistas da área, etc. Estamos vivendo um momento em que a informação se torna arma de sobrevivência no mundo corporativo. Logo, os administradores mais bem informados tendem a sair na frente da concorrência.

4. Fique de olho na concorrência

O planejamento para expandir os negócios também deve levar em consideração os movimentos da concorrência. Quanto mais diferenciada estiver a empresa da concorrência, melhor será o desempenho e mais bem-sucedida será a expansão.

E não se trata apenas de fazer diferente da concorrência, mas também de aprender com os erros dela. Não percorrer os mesmos caminhos dos concorrentes que não obtiveram bons resultados em suas estratégias pode ser uma boa escolha.

Você gostou das nossas dicas para negócios em expansão? Então confira também 4 dicas para aumentar a produtividade no seu agronegócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *